quarta-feira, 11 de maio de 2011

Vício.

a acidez corrói os ladrilhos do esôfago
e reverbera soluços contidos na boca do estômago
foge num arroto e estremece a atmosfera

quem me dera?
desafogar na boca de lobo
o caminho cerrado
cortando os tendões e a espera
de quem come com terra sob a unha.

4 comentários:

Rodrigo Fernandes disse...

Quem me dera?
acredito que entendo a onde você quis chegar.
Alias, você é ácido amigo rss.
Abraço

Long Haired Lady disse...

precisamos as vezes de acidez…a vida nunca é totalmente doce.

Adriana Godoy disse...

Paes, corrosivo!! Gostei. Beijo

Camila Fontenele disse...

Intenso!