quinta-feira, 7 de maio de 2009

"As cenas de sexo não irão ao ar!"
(Nada além dos rostos. Nem a beleza do lençol deslizando delicadamente sobre os dois corpos, a cama absorvendo todo o suor. O ar úmido da dupla respiração num mesmo tom)
"As cenas de violência não irão ao ar"
(Mentira! Eles vivem me sujando todo de sangue, e nem sempre é sangue verdadeiro.)
...Eles não querem me deixar pensar, muito menos acreditar no que penso...
(Mas não são fortes o suficiente)

...Pensando... bato cinzas... trago novamente... me acomodo no sofá.
(a pergunta ainda martelando em minha cabeça)

'Afinal, Quem roubou meu sadismo?'



v.m.paes

5 comentários:

Aine Forti disse...

Talvez, você mesmo. Ou ela.

Anita Mendes disse...

talvez o próprio excesso?

beijos pra ti, Anita.

Nátalin Guvea disse...

Vc anda escondendo seu sadismo embaixo do travesseiro.
e digo mais
está gostando da sensação.

Sabia que iria fazer um puta texto, vinho e solidão são propícios.

Um beijo Vinícius.

Nátalin Guvea disse...

ah
e eles tentam...
mas tem gente que ainda gosta das cenas reais e daa beleza do lençol deslizando.

Li umas 14 vezes.
Muito bom.mesmo.

V.M.Paes disse...

hahhaha

não sei o que foi, só sei que sumiu... hahhaha.