quarta-feira, 27 de maio de 2009

CRIMIDÉIA

O mundo não muda
as pessoas também não
o bem e o mal são homogêneos
não adianta atravessar a história
ou apagar o passado
adianta menos ainda escolher um lado
as pessoas estão subindo nas costas umas das outras

todas essas marcas devem ter algum sentido
sonhar agora é proibido
(olha lá é uma corda num pescoço)
agora é pra dançar, gritar, explodir
é pra pegar fogo...
eu grito: "abaixo o grande irmão"
quando percebo as palavras já ultrapassaram o limite dos meus lábios
já tocaram os seus, e mudaram de forma
a 'cultura' é mercadoria no horário nobre
a informação cada vez mais desinforma
ah, maldita indústria do entretenimento
pão e circo... plásticos sorrisos.

acordo suado no meio da noite
(assustando, sonhando que caía)
inconscientemente um berro: "viva o grande irmão!"
de que adianta? Logo serei vaporizado
as pessoas mentem pra si mesmo, e acreditam nas mentiras, pra esquecer que estão mentindo
debaixo da frondosa castanheira
eu me vendi, tu me vendeste
é preciso abrir mão dos sonhos, o mundo pede compromisso, superficialidade
é preciso estar bem na vitrina
(aceita uma dose de vitríolo?)
é preciso se auto-afirmar diante dos outros, e fazer parte da sociedade...
no final um buraco na cabeça, um vácuo no peito, isso é ser humano
e o grande irmão adora come-los no jantar, recheados de um nada viscoso que faz saltarem os olhos

Afinal, quem são os loucos por aqui?

7 comentários:

Anita Mendes disse...

somos todos criminos e não temos como escapar da culpa.
acho que é por ai,paes.
Beijos pra ti.
Anita.

Nátalin Guvea disse...

Não é facil
Mas se fosse, não teria graça.

Bjos Vinen.

Adriana Godoy disse...

Paes, vc tá muito criativo e isso leva a textos incríveis como esse. Gosto do seu jeito de escrever. Gostei desse texto. Bj

Nátalin Guvea disse...

Esqueci de falar, demais esse texto.
Bjos, um em cada olho.

Cintia Ferreira disse...

Grande George Orwell
Grande V.M. Paes
Muito bom!
bju Vini.

Vinícius Paes disse...

é sempre uma honra receber visitas tão agradáveis. o prazer é sempre meu.

Rodrigo... disse...

Puts cara esse você não estava louco.
Muito bom cara
parabens...
abraço